Cotidiano

Curiosidades Sobre Café em Cápsulas | Por que Vira Febre Entre os Brasileiros

Há quem diga que o dia só começa de verdade após uma xícara de café. Você concorda?

Existem aqueles que preferem o café coado tradicional; ou usar um café moído num bom moedor, enquanto outros adoram experimentar novos sabores da bebida.

Uma boa opção para agradar pessoas de diferentes gostos é ter uma cafeteira em cápsulas. Assim, cada um pode escolher o tipo de bebida que mais gosta.

Existem diversos modelos de cafeteiras em cápsulas. Algumas até mesmo com mais de 20 opções de sabores para preparar o seu café preferido.

Mas você sabia que a Nespresso foi a empresa que criou a primeira cafeteira em cápsulas?

Este artigo apresenta essa e outras curiosidades sobre a história da cafeteira em cápsulas, então continue lendo.

Como surgiu e quem inventou a cafeteira em cápsulas?

A Nespresso é uma marca do grupo Nestlé. Atualmente, a sede da empresa fica na Suíça.

Os principais produtos comercializados pela Nespresso são as cafeteiras e os cafés.

A criação da Nespresso tem tudo a ver com a história das cafeteiras em cápsulas. Isso porque a ideia de criar esse tipo de produto foi de Eric Favre, engenheiro da Nespresso.

Por volta de 1976, durante uma viagem pela Itália, Favre visitou um café italiano muito popular. Ele reparou que os baristas puxavam várias vezes as alavancas das máquinas de café espresso.

O movimento realizado muda a forma de extração do café, porque aumenta a pressão no processo.

Inspirado, Favre testou por 10 anos a tecnologia que imitava o movimento realizado pelos baristas. Ele conseguiu desenvolver uma máquina que adiciona ar pressurizado junto da água e do café moído.

A tecnologia foi patenteada pela Nestlé em 1986, ano em que a Nespresso foi criada.

O resultado era uma bebida que possuía uma camada de creme saboroso.

As primeiras máquinas de café espresso lançadas pela Nespresso foram criadas para atender escritórios. O interesse foi momentâneo, já que pouco depois as vendas diminuíram.

A entrada de Jean-Paul Gaillard na Nespresso mudou radicalmente a forma de se comercializar as máquinas de café em cápsulas.

Em 1988, Gaillard sugeriu direcionar as máquinas Nespresso para os consumidores domésticos.

A ideia era promover o produto como um artigo de luxo. Para isso, ele subiu o preço das cápsulas de café da marca.

A estratégia foi um sucesso e logo as vendas aumentaram. Para continuar com a ideia, foram criados o “Club Nespresso”, também chamado de “Le Club” por alguns usuários.

Por muito tempo, a Nespresso era a única empresa a oferecer cafés em cápsulas. Isso mudou nos anos 1990, quando a Green Mountain Coffee Roasters lançou a marca de cápsulas Keurig.

Mas a concorrência não foi capaz de retirar o controle do mercado de cafés em cápsulas da Nespresso.

Por volta de 2012, as patentes da Nespresso começaram a  expirar e outras empresas lançaram máquinas de café em cápsula.

Atualmente, existem diversas marcas que produzem esse tipo de máquina, algumas mais acessíveis e outras ainda consideradas itens de luxo.

Assim, as cafeteiras em cápsulas se tornaram parte de um estilo de vida de quem é apaixonado por café.

Como funciona uma cafeteira em cápsulas?

A cafeteira em cápsulas é a forma de preparar o café preferida por várias pessoas. Apesar disso, poucos sabem como essa máquina funciona.

Tudo começa com o movimento de uma bomba, que envia a água do reservatório para a caldeira. É lá que a água é esquentada para que o café saia quentinho da máquina.

Da caldeira, a água vai para a agulha. O tipo de agulha muda de acordo com a marca da máquina, mas a função é a mesma: furar a tampa de alumínio da cápsula.

O furo permite que a água entre em contato com o pó para preparar o café. Pode ser café torrado ou moído, dependendo do tipo de bebida a ser preparada.

O filtro de papel localizado na parte de baixo do local de armazenamento da cápsula impede que o pó caia na xícara.

O café pronto é despejado na xícara que fica em cima de uma grade, essa armazena os pingos de café que caem fora do recipiente.

Qual o impacto das cápsulas no meio ambiente?

As empresas que fabricam cafeteiras de cápsulas estão buscando alternativas para lidar com o impacto das embalagens no meio ambiente.

Isso porque são cerca de 7 mil toneladas de cápsulas usadas despejadas nos aterros sanitários brasileiros todo o ano.

Ainda existem poucos programas de reciclagem de cápsulas de café no país. Algumas marcas criaram pontos de coleta dos resíduos, mas não estão disponíveis em todas as cidades.

Para amenizar o problema, a Nespresso e a Dolce Gusto criaram cápsulas de alumínio reutilizáveis. A pessoa coloca o café moído e insere a cápsula na máquina para preparar a bebida.

Como escolher a cafeteira em cápsulas ideal para você?

Agora que você conhece a história e o funcionamento da máquina, está na hora de saber como escolher a melhor cafeteira de cápsula.

Para isso, você deve olhar com atenção o tamanho do reservatório de água. Modelos com no mínimo 800 ml de capacidade de armazenamento são ideais para locais com grande fluxo de pessoas, como escritórios.

Mas escolha uma cafeteira com um reservatório menor se você busca uma máquina para usar em casa.

Além do reservatório, você deve saber a pressão da bomba. Isso é importante porque a pressão de uma cafeteira influencia na cremosidade e no tempo necessário para preparar o café.

A maioria das cafeteiras de cápsulas possui 15 bar de pressão, sendo essa a medida mais recomendada.

Veja também se a cafeteira faz bebidas de diferentes tamanhos.

Então, prefira cafeteiras em cápsulas que preparem bebidas de, pelo menos, dois tamanhos diferentes. Isso é útil para os dias que você precisa de mais café.

Não esqueça de olhar o espaço disponível abaixo do bico da cafeteira que sai o café. Alguns modelos são ajustáveis, o que permite preparar a bebida em canecas com diferentes tamanhos.

Por fim, veja se a marca da cafeteira possui cápsulas de diferentes sabores. Assim, você pode experimentar outras opções sem abrir mão da sua bebida preferida.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 3 =