Beleza e Saúde

7 Atividades físicas que podem e devem ser feitas por idosos

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o número de idosos no mundo aumenta a cada dia. Só no Brasil, 14,6% da população brasileira tem mais de 60 anos, sendo equivalente a 30,3 milhões de pessoas segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esses números lembram a necessidade de manter a saúde e a qualidade de vida em 60 anos. Nesta fase, a atividade física para os idosos é essencial, além de um cuidador formado em um Curso de Cuidador de Idosos.

Afinal, eles ajudam a retardar o envelhecimento, mantêm a mente ativa e o corpo forte. Portanto, mostraremos neste artigo sobre a importância das atividades físicas na vida dos idosos e quais as atividades mais indicadas.

Vamos lá?

A importância das atividades físicas para idosos

As atividades físicas do idoso são benéficas para a saúde geral, melhoram a saúde física e mental e mantêm a autonomia nas atividades diárias. Atividades e exercícios ajudam a controlar as mudanças que ocorrem devido ao processo de envelhecimento.

Portanto, é muito importante estimular o idoso a praticar exercícios físicos, melhorar sua saúde, prevenir o desenvolvimento de doenças e retardar as limitações funcionais.

7 Atividades físicas recomendadas

A atividade física de baixo impacto vai auxiliar a evitar lesões e desenvolver a força física, flexibilidade e equilíbrio.

Confira as melhores atividades para os idosos praticarem:

1. Natação

A natação é uma atividade física para idosos. Se ela for praticada regularmente, ela vai aumentar a frequência cardíaca, melhorando a função respiratória e aumentando a mobilidade. Essa atividade pode obter esses benefícios sem agredir as articulações, evitando qualquer tipo de lesão, pois o risco de praticar exercícios na água é pequeno.

2. Hidroginástica

Assim como a natação, a hidroginástica ajuda a fortalecer os músculos sem causar lesões. Também ajuda a desenvolver o sistema cardiopulmonar e melhora a coordenação dos exercícios. Ela é uma atividade esportiva de baixo risco para os idosos de baixo risco. A hidroginástica é muito indicada para pessoas que sofrem de artropatia e osteoporose.

3. Caminhada

O hábito de caminhar diariamente ajuda a aumentar a felicidade e o temperamento dos caminhantes. Portanto, somente alguns minutos de caminhada por dia vai gerar muita energia para os músculos, ajudando assim na respiração e melhorando a circulação sanguínea.

4. Alongamento

O alongamento também faz parte da atividade física dos idosos. Ele tem a finalidade de melhorar a flexibilidade corporal, o equilíbrio e controle de futuras dores e lesões musculares.Os exercícios de alongamento podem ser realizados isoladamente ou ao final dos exercícios. O alongamento é uma ação recomendada principalmente para pessoas mais velhas com pouca atividade física, que não podem se envolver em atividades mais extenuantes.

5. Musculação

O treinamento com pesos é uma atividade que ajuda a fortalecer os músculos. Depois dos 50 anos, é natural que os indivíduos percam a força muscular. Portanto, além de melhorar a flexibilidade e realizar as atividades diárias, o treinamento com pesos também pode melhorar as dores causadas pela artropatia e pela osteoporose.

6. Dançar

A dança também é considerada como sendo uma atividade esportiva adequada para idosos. Dentro da sala de aula, pode reduzir os transtornos de humor, manter a interação psicossocial biológica, reduzir a pressão alta e melhorar os sintomas de depressão.

7. Pilates

O Pilates vem sendo uma das atividades físicas que mais chama a atenção dos idosos. Seus exercícios trazem diversos benefícios que estão relacionados ao alinhamento postural e fortalecimento muscular. O pilates tem grande ajuda na redução da pressão entre as articulações, porque o alongamento será realizado com o peso do próprio corpo. Pilates também ajuda a prevenir diabetes, hipertensão e outras doenças, e reduz o risco de obesidade.

Comece as atividades físicas gradualmente

Se você deseja que a atividade física tenha grande impacto na qualidade de vida do idoso, ela sempre deve ser acompanhada por um bom profissional da área. Portanto, antes de iniciar um exercício, é importante realizar uma avaliação para obter orientações sobre o tipo, intensidade, frequência e duração da atividade.

É preciso entender que a prática de exercícios deve atender às necessidades e à saúde do idoso. Portanto, além do acompanhamento por profissionais, também deve ser procurado atendimento médico para exames de rotina.

Realize exames antes de iniciar as atividades

Para as pessoas que não se exercitam há muito tempo, essas atividades devem ser retomadas gradativamente. Da mesma forma, é importante receber atendimento médico antes de iniciar a prática.

Por meio de avaliações e inspeções de rotina, possíveis problemas de saúde podem ser identificados e danos musculares e ósseos podem ser evitados, o que pode causar problemas de mobilidade significativos no futuro.

Além disso, podem ser identificados problemas cardiovasculares. Com orientação médica adequada, o idoso poderá praticar exercícios físicos adequadamente.

Como você pode ver lendo este artigo, a atividade física em idosos é essencial para melhorar a mobilidade, fortalecer os músculos e prevenir as lesões nas articulações. Se você não tem condições de arcar com um personal, indicamos que você se inscreva em um Curso Online com Certificado da área pretendida e comece hoje mesmo a se exercitar dentro de casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × três =