Beleza e Saúde

Conheça a química dos cosméticos e sua atuação no dia a dia

A química dos cosméticos está muito presente em nosso dia a dia. Os produtos de beleza e cuidados diários apresentam composições diferenciadas em suas fórmulas, que incluem  insumos industriais

Desde os primórdios da civilização os cuidados com a aparência estão presentes entre as pessoas. Desde o Egito Antigo, o uso de perfumes, essências e maquiagem nos olhos já era comum. Com o passar do tempo, a busca pela beleza foi se tornando cada vez maior.

Assim, a tecnologia surgiu e se tornou cada vez mais avançada para a fabricação dos cosméticos a que temos acesso atualmente e inserindo aditivos químicos para resultados mais rápidos e duradouros.

E com uma grande variedade de produtos, a Indústria de cosméticos investe e fatura bilhões de dólares anualmente. Só no Brasil, que é o quarto maior mercado em escala mundial, foram 29,62 bilhões de dólares em 2019, conforme dados da empresa Euromonitor.  

A química dos cosméticos no dia a dia

No dia a dia, a atuação da química dos cosméticos é grande. Os produtos são uma excelente forma de entender as descobertas da Química. 

Desde a leitura da composição de qualquer item cosmético, é possível ter uma verdadeira aula de química:

Afinal, eles são feitos com diversos componentes, como:

  • água;
  • conservantes;
  • emulsionantes; 
  • conservantes;
  • espessantes;
  • fragrâncias;
  • corantes.

Além de várias outras, que são  combinadas em diferentes proporções e para diversos objetivos.

O uso de químicos nos cosméticos acontece há séculos na humanidade. Um dos casos mais famosos é o da rainha egípcia Cleópatra, que tomava banho em leite, com o intuito de manter a pele bonita e macia. 

De acordo com os cientistas, uma das razões para os resultados positivos na pele é o  ácido lático, um dos compostos químicos presentes no leite.

A substância atua nas camadas mais profundas da epiderme, Isso promove a remoção das células mortas e uma renovação da pele, deixando a mais macia e saudável. 

Outra presença da química dos cosméticos na Antiguidade é o pó de carbonato de chumbo, usado pelas mulheres na Grécia Antiga, para deixar o rosto mais pálido. Mas um risco dessa substância é a sua toxicidade, que é bastante prejudicial para a pele e a saúde de quem usa o componente. 

Mas a inovação científica tem atuado cada vez mais em diferentes produtos cosméticos, desenvolvendo nos laboratórios itens mais seguros e com maior investigação sobre a presença de substâncias tóxicas.

Com a adaptação de recursos como a nanotecnologia, houve a melhora na qualidade dos produtos cosméticos, que conseguem satisfazer os anseios dos seus clientes, sem prejudicar a sua saúde e bem-estar.

Porque as nanopartículas têm dimensão intermédia entre a escala dos átomos e a dos materiais macroscópicos, sendo mil vezes maior que o diâmetro de um átomo e também mil vezes menor que a espessura de um cabelo.

Com essas características, os produtos ganham propriedades únicas, e que podem ser moduladas pela alteração do tamanho.

Como exemplo da nanotecnologia presente nos cosméticos estão as nanopartículas de dióxido de titânio que estão nos protetores solares. São eles que dão uma proteção completa sem fazer o famoso efeito de camada branca sobre a pele.

Assim, com a utilização de nanopartículas de lípidos sólidos, ocorre a libertação lenta de fragrâncias em perfumes. E também a criação de nanovesícula, que agem como transportadores para garantir uma melhor penetração dos ingredientes ativos na pele, promovendo os efeitos de proteção. 

Substâncias químicas dos cosméticos

Após conhecer a química dos cosméticos que é comum em produtos do cotidiano, conheça abaixo quais as substâncias químicas de alguns desses produtos que usamos no dia a dia.

  • Cremes para a pele:contém ingredientes como vaselina, óleo de amêndoas, lecitina, lanolina, etc;
  • Perfumes: os itens presentes no perfume são o geraniol (aroma de rosa) e jasmona (aroma de jasmim), e ambos dão aos perfumes o aroma específico;
  • Desodorantes: o produto contém,  além de álcool e perfume, o ingrediente AlCl3.6 H2, item fundamental para a proteção das axilas.
  • Batons: os batons possuem em sua composição o álcool cetílico (C16H33OH), óleo de gergelim, cera de abelha, entre outros ingredientes;
  • Pós faciais: os produtos contém CaCO3 (carbonato de cálcio) e ZnO (óxido de zinco) ingredientes bastante populares na fabricação da mercadoria;
  • Xampus: entre os ingredientes dos produtos que deixam seus cabelos limpos estão o álcool comum, álcool oleico (que age como condicionador) e alginato de sódio (tem o papel de espessador).

Produtos tóxicos nos cosméticos

Também é muito importante alertar sobre os produtos tóxicos presentes na química dos cosméticos, que podem ser prejudiciais para a saúde.

Veja alguns exemplos nos próximos tópicos.

Parabeno

O parabeno, também chamado de metilparabeno ou etilparabeno, está presente em cerca de 80% dos cosméticos convencionais. O item é um conservante muito usado para que bactérias não surjam nos produtos cosméticos e aumentar sua validade.

Mas o item pode alterar  o equilíbrio hormonal do corpo, especialmente no tecido mamário, e sangue. Pode causar alergias, coceiras e irritações.

Petrolato

Também chamado de petrolatum, vaselina e óleo mineral, o petrolato é um ingrediente barato e por isso é usado como emoliente pela indústria de cosméticos.

Mas estudos científicos mostram que o item aumenta o risco de doenças e dermatites graves, devido a seu alto grau de toxicidade.

Ftalatos

Muito usados nos cosméticos convencionais, os ftalatos são usados para estabilizar cores, perfumes e texturas nos produtos.

Mas como tem substâncias tóxicas, pode comprometer o bom funcionamento dos hormônios masculinos e femininos. Isso pode prejudicar a gestação e impactar o sistema nervoso central.

Parfum

A fragrância tem uma mistura de vários compostos químicos, onde muitos deles nocivos à saúde, que podem causar problemas respiratórios, alergias, dermatites, entre outros. 

Chumbo e metais

Grande parte dos batons convencionais contém em sua composição chumbo e outros metais pesados. Esses itens podem prejudicar o sistema nervoso central, as funções hormonais e o sistema respiratório.

Diante desses riscos, é muito importante estar atento aos rótulos quando for comprar algum produto cosmético.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.