Blog

O que são estaleiros

O que são estaleiros? O Brasil possui uma grande capacidade para o comércio marítimo. Na verdade, tanto o comércio como o transporte são pontos importantes para se destacar. 

Há muitos estaleiros, portanto, ao longo da extensão do país. Isso fortalece bastante a qualidade de certas regiões e fomenta os negócios.

Diante disso, esses estaleiros são pontos de extrema importância dentro de algumas regiões próximas à costa. 

O país pode contar com eles para o recebimento de diversas mercadorias assim a comercialização das mesmas.

Na maior parte dos casos esse método sai mais barato e é mais ágil que outras formas de transportes.

Mas você saberia dizer o que é um estaleiro? Não? Bem, esse é um local bastante específico para o trato de embarcações, por isso nem todo mundo conhece esse termo, mas quem está próximo a costa brasileira sabe muito bem o que ele é.

O que são Estaleiros?

O que são estaleiros? Então vamos explicar aqui o que é um estaleiro de forma simples. Se você que mora próximo à costa já viu algumas embarcações na região e se perguntou de que local elas aparecem, saiba que os estaleiros abrigam embarcações!

É também considerado o local de construção das mesmas. Juntando a isso temos manutenções, construções e reparos de embarcações em apenas um local! 

O estaleiro naval também é reconhecido como o “estacionamento do mar”. Nome bastante considerado, visto sua real função.

E claro, como já dito, além de abrigo para essas embarcações, é também o local ideal para fazer manutenções e evitar possíveis problemas e até risco à vida de quem está nesses barcos. 

Um estaleiro pode abrigar diferentes tipos de cargas e navios. Transporte de cargas, navios para lazer ou até mesmo para pesca. 

Por esse motivo o tamanho da embarcação não importa, já que é bastante variável.

Como é preparada uma embarcação?

O que são estaleiros? Existe um processo para que uma embarcação seja bem trabalhada. Ele geralmente não é longo, mas é bastante prático.

Toda a estrutura da embarcação é feita para que o processo seja agilizado e muitas vezes essas embarcações contam com locais específicos para auxiliar no processo.

Quando se começa o processo de produção de uma embarcação se considera muitos fatores. A caldeira do estaleiro, por exemplo, deve funcionar rapidamente para cortar chapas e perfis com agilidade. Isso, é claro, conforme existe uma certa demanda para o projeto. 

Depois disso as chapas são ligadas com perfis, gerando o famoso “esqueleto” da embarcação. Essa estrutura é capaz de gerar maior capacidade de resistência para o navio.

E já que estamos falando tanto sobre os blocos de chapas e perfis para a construção da embarcação, vamos ver melhor o que é isso.

Bloco de chapas e perfis

Pesando cerca de 50 a 300 toneladas, esses blocos de aço podem ser considerados a parte mais importante do navio. Capazes também de gerar o “esqueleto” da embarcação. 

O peso dessas chapas irá variar bastante de acordo com o tamanho do projeto. E depois disso é que realmente o processo começa.

Em um navio comum é possível notar uma grande quantidade de agrupamentos de chapas e perfis e tudo deve estar no local correto para não prejudicar a estrutura do navio. 

Por fim, a construção dessas embarcações pode demorar muito tempo porque algumas delas possuem um comprimento superior a 300 metros! É também por esse motivo que os navios são montados próximos ao mar, evitando que seja necessário “carregar” toneladas e toneladas de aço.

Depois da construção

Não somente durante a construção, mas após ela que certos cuidados devem ser tomados. Um dos mais importantes diz respeito à corrosão do material quando entra em contato com o mar. 

Pois é! O aço é um dos materiais que mais podem ser corroídos ao entrar em contato com o mar. 

Por esse motivo, após a construção ele passa por um processo chamado de jateamento. Onde recebe “bolinhas” de aço para uniformizar melhor as superfícies. 

Essa é responsável por gerar a qualidade necessária para que a pintura anticorrosiva seja feita.

Essa é a parte mais importante, mas nada impede que as embarcações passem por diversos outros processos até estarem prontas. Isso porque cada uma oferece certa função e algumas exigem certa quantidade de itens maiores.

Brasil e estaleiros 

O que são estaleiros? O Brasil, como já foi dito, possui uma certa capacidade para gerar bons navios e aumentar a capacidade do comércio e transporte marítimo. 

Em algumas regiões é possível até mesmo encontrar locais em que as pesquisas nessa área são altas, visando sempre encontrar aquela opção que é mais barata e viável. 

O Brasil também conta com plataformas para extração de petróleo e diversos outros serviços relacionados ao mar, então não é de se espantar que seja tão interessante o comércio na região.

O primeiro estaleiro a ser construído no Brasil teve ordem expressa do Barão de Mauá e teve sua construção finalizada no ano de 1846. 

O primeiro navio, no entanto, foi construído apenas em 1850. Mais de 100 anos depois o país já contava com aproximadamente 72 navios construídos no estaleiro. 

Eles ficaram divididos entre uma metade militar e outra completamente civil. Isso mudou completamente o desenvolvimento dessa indústria no Brasil.

Durante esses anos também foi criado o Fundo Marinha Mercante. No ano de 1972, quando foi criado, o Brasil já era o segundo parque industrial de navios mercantes que conseguia oferecer maior qualidade e quantidade. 

No então momento perdia apenas para o Japão. Até atualmente tudo depende da demanda nacional, mas há muito o que se desenvolver ainda.

Conclusão

O que são estaleiros? Estaleiros são realmente locais extremamente interessantes para certas práticas. Há muito o que se comentar a respeito deles já que a produção e gerenciamento de embarcações no Brasil é extremamente alta. 

Não dá para negar que alguns locais contam com mais disponibilidade, enquanto outros são menos complexos. Depende muito da variação na produção de navios. 

Alguns estaleiros podem fazer navios voltados para transporte de pessoas e de cargas também, enquanto outros podem levar itens mais específicos, que devem ser bem armazenados.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *