Beleza e Saúde

De repente 30: cuidado redobrado com a pele

Especialista dá algumas dicas para manter a pele mais firme e durinha

O filme “De Repente 30”

O filme revela que a idade dos 30 anos é a do sucesso! No entanto, quando chegamos a esta fase da vida, alguns cuidados com a pele devem ser redobrados. Isso, porque há diminuição da espessura da pele, o organismo produz menos colágeno (substância responsável pela sustentação da pele) e as fibras elásticas perdem a elasticidade. Resultado: aquelas indesejáveis linhas de expressão na área da testa, dos olhos e nos cantos da boca começam aparecer.

Muita calma nesta hora! A fisioterapeuta e docente do curso de Fisioterapia da Unopar, professora Evelize Cristina Labegaline da Silva Araujo, dá algumas orientações para deixar a pele mais durinha e firme. “A fisioterapia dermatofuncional utiliza diversos recursos para manter a pele mais jovem e saudável, entre eles há ultrassom micro e macrofocado, radiofrequência, laser de baixa frequência, luz intensa pulsada, dentre outros.

Além disso, é importante que o paciente mantenha uma rotina saudável, os procedimentos são responsáveis pela melhoria do tônus da pele, mas o emprego das técnicas é muito mais efetivo quando há colaboração, por exemplo, a ingestão de alimentos antioxidantes e o uso do protetor solar são importantes para quem deseja manter a pele jovem”, detalha a fisioterapeuta.

Evelize Cristina Labegaline da Silva Araujo

A docente reforça a orientação para evitar a exposição solar, pois causa danos às células da pele e acelera o envelhecimento. Outro cuidado é evitar o tabagismo, que diminui a vascularização e antecipa a morte celular cutânea, bem como o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, que altera a produção de enzimas e estimula a formação de radicais livres, verdadeiros inimigos da pele. “Controlar o estresse também deve ser incluído na rotina de rejuvenescimento da pele, o estresse libera radicais livres e estes causam envelhecimento precoce”, sinaliza a fisioterapeuta.

Colágeno

O colágeno pode ser reposto no organismo por meio de uma alimentação equilibrada. Os alimentos de origem animal, como as carnes, principalmente as vermelhas, são excelentes fontes de proteínas e colágeno. Porém, após os 30, 40 anos, somente a alimentação não é capaz de fornecer a quantidade ideal dessa proteína. “Alguns estudos indicam que o uso de peptídeos de colágeno, auxiliam na melhora da firmeza da pele”. Vale lembrar que outros tratamentos estéticos que estimulam a produção das fibras colágenas e elásticas, para uma pele mais jovial com resistência e elasticidade, não devem ser deixados de lado”, finaliza.

Comece a apostar no peeling

Começar a fazer peeling facial ajuda a estimular o colágeno que a cútis tende a perder na faixa dos 30 anos de idade. Feito em clínicas de estética ou de dermatologia, ele é capaz de clarear as manchas de sol e acne da pele, diminuir os poros dilatados, controlar a oleosidade e suavizar as linhas finas.

Tire a maquiagem antes de dormir

Depois dos 30, é fundamental tirar a maquiagem e aplicar loções tônicas antes de dormir. Resíduos da maquiagem podem deixar manchas e marcas com facilidade, além de entupir os poros, facilitando o surgimento da acne adulta. Então, não se esqueça: passe demaquilante (sem óleo) por todo o rosto com a ajuda do algodão, lave bem e aplique o tônico para limpar e purificar a pele.

Aposte em cremes anti-idade específicos para 30 anos

Para evitar a flacidez, vale a pena começar a usar creme anti-idade para 30 ou 35 anos, que contenha o próprio colágeno e retinol, além da vitamina E para amenizar as linhas de expressão e a pele flácida, que é muito comum na área dos olhos e ao redor da boca.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.