Negócios e Política

Modelos de indicadores de desempenho: confira 5 métricas indispensáveis e promova uma gestão mais qualificada

Se você não faz uso de indicadores de desempenho na sua empresa, saiba que você pode não estar aproveitando o verdadeiro potencial do seu modelo de negócio. Além disso, há grandes chances de falhas e gargalos estarem passando despercebidos por sua gestão.

Por meio dos indicadores, você tem acesso a dados valiosos que vão orientar suas decisões estratégicas e permitir que você corrija o que for necessário para alcançar melhores resultados.

Para te ajudar, separamos aqui 5 modelos de indicadores de desempenho que você pode incorporar à sua gestão:

  1. Net Promoter Score (NPS);
  2. Ticket Médio;
  3. Custo de Aquisição de clientes (CAC);
  4. Customer Lifetime Value;
  5. Churn Rate.

Mas, antes de começar a entender esses modelos, que  tal relembrar a maneira certa de criar e fazer a gestão de indicadores de desempenho, os chamados KPIs, para o seu negócio? Então, confira este vídeo: 

5 modelos de indicadores para usar na sua empresa

Para promover a melhoria contínua na sua empresa, os modelos de indicadores são verdadeiros aliados.

Confira abaixo quais métricas implementar na gestão do seu modelo de negócio e como calculá-las.

1 – Net Promoter Score (NPS)

O Net Promoter Score, ou simplesmente NPS, é um dos modelos de indicadores mais utilizados em qualquer tipo de empresa.

Basicamente, o objetivo dessa métrica é medir o nível de satisfação dos seus clientes. Para isso, é feita uma pesquisa na qual os participantes precisam responder a seguinte pergunta:

  • Em uma escala de 0 a 10, qual a probabilidade de você indicar nossos produtos para um parente ou amigo?

Os respondentes deverão ser classificados em três grupos de acordo com a nota de cada um:

  • Detratores: notas de 0 a 6 (falam mal da sua empresa);
  • Neutros: notas 7 e 8 (não falam mal nem bem);
  • Promotores: notas 9 e 10 (falam bem da sua empresa).

Em seguida, você precisa calcular o valor percentual de cada grupo. Para chegar ao NPS, basta subtrair a porcentagem de Detratores da de Promotores.

Os parâmetros de análise são os seguintes:

  • Zona de Excelência: de 75% a 100%
  • Zona de Qualidade: de 50% a 74%
  • Zona de Aperfeiçoamento: de 0% a 49%
  • Zona Crítica: de -100% a -1%

2 – Ticket Médio

O ticket médio é um indicador que mostra o desempenho das vendas da empresa em um determinado período. Essa métrica indica o valor médio de cada venda realizada.

O cálculo é feito a partir da seguinte fórmula:

  • Ticket Médio = Faturamento total / Total de vendas

Essa análise pode ser feita em uma perspectiva mais geral ou também individualmente para avaliar o desempenho de cada vendedor.

3 – Custo de Aquisição de clientes (CAC)

O objetivo do CAC é mostrar quanto, em média, a sua empresa investe na aquisição de novos clientes.

Para isso, são considerados os custos somados em todas as etapas do funil de vendas, desde a atração e captação de leads até o fechamento e conversão do lead em cliente.

A fórmula para calcular o Custo de Aquisição de Clientes é bem simples:

  • CAC = Soma de todos os custos / Número de novos clientes

4 – Customer Lifetime Value

O customer lifetime value (CLV) também é uma métrica extremamente valiosa para a gestão de negócios.

Esse indicador mostra quanto os seus clientes geram de receita para a sua empresa durante todo o seu ciclo de vida e relacionamento com a marca.

Não é complicado calcular o customer lifetime value. Basta aplicar a seguinte fórmula:

  • CLV = ticket médio x frequência média de compras por ano x tempo médio de longevidade do relacionamento

5 – Churn Rate

O churn rate também é um dos mais importantes indicadores de desempenho, especialmente para empresas que trabalham com modelo de assinatura ou Software as a Service (SaaS).

Ele indica o número de clientes que abandonaram a sua empresa e interromperam o relacionamento durante um período específico de análise.

O cálculo do churn rate é bastante simples, sendo feito a partir da seguinte fórmula:

  • Churn Rate = total de cancelamentos durante o período / total de clientes ativos no início do período x 100

Não existe um valor fixo de referência universal para todas as empresas. No entanto, é interessante que a sua taxa de churn anual fique entre 5% e 7%.

Veja mais alguns exemplos de modelos de indicadores de desempenho em mais este vídeo do canal da Siteware no YouTube:

Bom, o que você achou desses 5 modelos de indicadores de desempenho? Ficou claro como calculá-los?

Implemente essas métricas na sua empresa e promova uma gestão mais qualificada.Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software de gestão empresarial, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *