Auto e Moto

5 técnicas de direção defensiva que todo mundo deve adotar 

Atualmente, dirigir em segurança é uma tarefa menos complexa. Afinal, os carros mais modernos contam com tecnologias que evitam a colisão e facilitam a vida do motorista. Ainda assim, nada substitui a prudência e boas técnicas de direção defensiva.

Esse é o trabalho que só depende do condutor e que pode salvar vidas. Sem dúvidas, suas escolhas ao volante são determinantes para o desfecho da viagem. De nada adianta se planejar, recorrer ao aluguel de carros para garantir um carro novo e com as revisões em dia, se você não tiver um bom comportamento enquanto dirige.

A melhor maneira de chegar ao seu destino em segurança é sendo um motorista consciente. Para te ajudar, selecionamos 5 técnicas infalíveis. Acompanhe e coloque-as em prática na próxima vez que pegar no volante de um carro!

A importância da direção defensiva

Todos os dias, milhares de pessoas perdem suas vidas em acidentes de trânsito. Embora os dados sejam assustadores e até nos gerem um certo desconforto e tristeza, poucas pessoas imaginam que isso pode acontecer com elas.

Sabe aquela história de que “isso nunca vai acontecer comigo” ou de que “eu sou um bom motorista”? Infelizmente, muitos condutores pensam assim e acabam se descuidando ao volante por excesso de confiança.

Mas esse é um comportamento perigoso. Aliás, os danos podem ser fatais e envolver muitas pessoas. Portanto, investir na direção defensiva deve ser um hábito, assim como colocar o cinto de segurança ao entrar no carro.

Práticas simples podem evitar acidentes e diversos prejuízos, não apenas financeiros. Quem já passou por situações de perigo no trânsito já sabe que prevenir é sempre a melhor opção. E você, já pensou sobre o assunto?

As 5 principais técnicas de direção defensiva

Pelo seu bem, das pessoas que você transporta e de todos que cruzam com o seu carro pelo caminho, é essencial dirigir de forma defensiva. Confira, a seguir, 5 técnicas infalíveis e que todo mundo deve aplicar em seu dia a dia!

1. Olhe para frente

Você pode achar que essa é uma dica óbvia demais, mas a verdade é que milhares de acidentes poderiam ser evitados diariamente se o condutor estivesse olhando para frente.

Então, o que estamos dizendo é que você precisa estar realmente atento ao que está à sua frente. Observe os obstáculos se aproximando e antecipe seus próximos passos mentalmente. Dessa forma, você consegue evitar colisões e atropelamentos

2. Conheça os pontos cegos do seu carro

Todo carro tem seus pontos cegos. Você está ciente de onde estão os do seu veículo? O uso adequado dos retrovisores e espelhos é importante para que o motorista tenha uma noção do que acontece à sua volta, mas eles não cobrem todos os pontos da pista.

Você já percebeu que não consegue ver um motoqueiro ou mesmo um carro quando eles passam por você. Esse ponto cego deve ser considerado e você precisa pensar em estratégias para reverter o problema, como melhorar sua atenção enquanto dirige e aprimorar sua visão periférica.

3. Reduza a velocidade em cruzamentos 

Os cruzamentos são alguns dos pontos mais críticos de um trajeto de carro. Mesmo que estejam localizados em bairros mais parados e sem muito fluxo de veículos e pedestres, é necessário redobrar a atenção nesses locais.

O ideal é que os principais tivessem semáforos, mas isso nem sempre ocorre. Sendo assim, seu papel como condutor consciente é reduzir a velocidade ao se aproximar de esquinas. Isso te ajudará a frear quando necessário e a evitar acidentes. 

Sobre isso, cumpre chamar a atenção para cruzamentos próximos a escolas, hospitais e supermercados. Nesses casos, o fluxo de pedestres é bem maior na região e nunca se sabe quando algum deles pode tentar atravessar a rua de forma apressada.

4. Mantenha uma distância segura do carro da frente

Conduzir o veículo nem sempre é uma situação simples. É provável que, em algum momento, você seja surpreendido e precise frear rapidamente. Se estiver muito perto do veículo da frente, dificilmente conseguirá evitar uma colisão.

Por esse motivo, mantenha uma distância de segurança dos demais carros. Lembrando que isso é ainda mais importante em estradas e rodovias, em que a velocidade média é um pouco mais elevada e uma freada pode representar perigo e lesões na coluna.

5. Acabe com as distrações ao volante

Outra regra básica da direção defensiva, mas que poucas pessoas levam a sério. Dirigir exige atenção e, por mais habilidoso que você seja ao volante, não conseguirá reagir da forma adequada e no tempo certo se estiver distraído.

Hoje em dia, com a tecnologia na palma de nossas mãos e o uso constante das redes sociais e dos aplicativos de conversação, muitas pessoas têm o hábito de conferir o celular enquanto dirigem. Acredite: a prática parece inofensiva, mas já matou muitas pessoas.

Estudos comprovam que os riscos de se envolver em acidentes aumentam muito quando você se distrai ouvindo ou mandando uma mensagem. Se decidir digitar, o perigo é ainda maior!

Sendo assim, o ideal é eliminar essas distrações e, caso precise, parar o carro em um local seguro para se comunicar.

Conclusão

Há quem diga que dirigir é como entrar em uma selva repleta de perigos. De fato, quem precisa enfrentar o trânsito das grandes cidades diariamente, sabe o quanto isso pode ser desgastante e tenso.

Acontece que a direção defensiva pode resolver muitos problemas e só depende de você. Ninguém pode fazer sua parte no seu lugar, mas você pode salvar muitas vidas com uma postura mais consciente e precavida ao volante.

Colocando nossas dicas em prática, você se protege e ainda colabora com os demais motoristas. Afinal, conseguirá reagir da melhor maneira diante de manobras arriscadas, imprevistos e obstáculos na pista. Sendo assim, não perca mais tempo seja aquele que faz a diferença!

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.